Oficinas


Teatro Como Instrumento de Discussão Social - Oficinas de Teatro com o objetivo de fomentar a organização de grupos culturais nos bairros populares. Abrindo espaço para sensibilização e experiência do fazer teatral, apostando no teatro como instrumento de indagação e conhecimento de si mesmo e do mundo, assim como veículo de formação, informação e transformação social.

A Oficina Popular de Teatro acontece nos seguintes bairros:

- Bairro Humaitá 
*temporariamente inativa

No Centro Cultural  Esportivo Ferroviário / G.E. Ferrinho
Av. Dona Teodora 1250 – Vila dos Ferroviários
Sábados às 14h.
Coordenação: Paulo Flores


- Bairro Bom Jesus 
*temporariamente inativa

No Centro de Educação Ambiental – CEA - Reciclagem
Av. Joaquim Porto Villanova, 143 – Vila Pinto
Quartas às 19h e sábados às 14h.
Coordenação: Tânia Farias


- Bairro Sarandi 
*temporariamente inativa

Na Associação dos Moradores da Vila Elizabeth
Av. 21 de abril, nº792
Quartas às 19h e sábados às 15h.
Coordenação: Clélio Cardoso

- Bairro São Geraldo

Na Terreira da Tribo
Rua santos Dumont, 1186
Quartas às 19h
Coordenação: Marta Haas

- Canoas

Na Antiga Estação Férrea - Fundação Cultural
Em frente ao La Salle
Quartas às 19h
Coordenação: Paula Carvalho

Formação :
Escola de Teatro Popular 


Oficina para Formação de Atores - A oficina, composta por aulas diárias, teóricas e práticas, com duração de 18 meses, busca através da construção do conhecimento favorecer a emergência do artista competente não apenas no desempenho de seu ofício, mas também preocupado no seu desenvolvimento como cidadão.

A Escola de Teatro Popular desenvolve a Oficina Para Formação de Atores composta por aulas teóricas e práticas, com uma carga horária de 25 horas/aulas semanais, totalizando 1.600 horas/aulas. A Oficina Para Formação de Atores oferece 25 vagas, e a seleção dos oficinandos/alunos é realizada através de entrevistas e audições, sendo aberta a todos interessados a partir dos 16 anos. Ao longo de dezoito meses de oficina, o oficinando/aluno estará passando por um processo programado de desenvolvimento, cuja primeira etapa encontra-se organizada em torno do autoconhecimento (conhecimento do ator), passando, em seguida, para a etapa de reconhecimento (ênfase colocada no trabalho de construção de personagem), para o jogo teatral (ênfase na situação dramática) e, por fim, chegando à elaboração do produto estético: a encenação. A Oficina para Formação de Atores formou sete turmas de novos atores nos períodos de 2000/01, 2002/03, 2004/05, 2005/06, 2007/08, 2009/10, 2011/13 e 2015/2016.



200/01 - A Casa de Bernarda Alba                            2002/03 - A Alma Boa de SetSuan
Foto: Cláudio Etges
Foto: Cláudio Etges

        2004/05 - Lorca Bodas                                   
Foto: Cláudio Etges
                                   2005/06   - Estado de Sítio
Foto: Cláudio Etges

2007/08 - Viúvas
Foto: Cláudio Etges


                                       
         2009/10 - Woyzeck                                                        2009/10 - Yerma
Foto: Cláudio Etges
Foto: Pedro Isaias Lucas

                                             2011/13 - Minha Cabeça era Uma Marreta
Foto: Paula Carvalho

2015/2016 - A Outra Tempestade
Foto: Tânia Farias



Oficina de Teatro de Rua - Arte e Política - A oficina desenvolve e pesquisa as diversas formas de se abordar o espaço público a fim de viabilizar a sua transformação em espaço de troca e informação.
                                                     
Foto: Arquivo da Tribo


Foto: Arquivo da Tribo
Foto: Arquivo da Tribo

Oficina de Teatro Livre - A oficina de teatro livre tem a proposta de iniciação teatral a partir de jogos dramáticos, expressão corporal e improvisações, e se desenvolve durante todo o ano sem interrupções, visando estimular o interesse pelo teatro e a busca da descolonização corporal do artista/cidadão. 
A partir da experiência desenvolvida há mais de trinta anos com Oficinas Populares de Teatro, a Tribo de Atuadores Ói Nóis Aqui Traveiz, acredita na importância da função social do artista, e pretende que essa formação favoreça a emergência do artista competente não apenas no desempenho de seu ofício, mas também preocupado com o seu desempenho como cidadão.

Todos os sábados, das 14 às 17h na Terreira da Tribo!


Foto: Cláudio Etges
Foto: Pedro Isaias Lucas



Todas as oficinas são abertas e gratuitas a qualquer interessado a partir dos 15 anos.
Mais informações pelo fone: 3286 57 20 ou pelo e-mail: terreira.oinois@gmail.com 




Assista ao vídeo:


4 comentários:

  1. essas informações ainda estão valendo para 2017, sim?

    ResponderExcluir
  2. Vocês irão fazer alguma oficina enquanto estão na cidade de Campina Grande?

    ResponderExcluir
  3. Prezados Amigos,
    Gostaria muito de fazer parte da maravilhosa equipe.(Gostaria de Fazer Oficina de teatro c
    vocês, não consegui contato p telefones. (Meu e-mail.anandamoraes9@gmail.com) aguardo retorno.

    ResponderExcluir
  4. Prezados Amigos,
    Gostaria muito de fazer parte da maravilhosa equipe.(Gostaria de Fazer Oficina de teatro c
    vocês, não consegui contato p telefones. (Meu e-mail.anandamoraes9@gmail.com) aguardo retorno.

    ResponderExcluir