A Casa de Fausto sob o Signo do Cruzeiro do Sul [Parte 3/Final]

Anátema e sagração da primaveraO grupo brasileiro Ói Nóis Aqui Traveiz encena o Fausto de Goethe em Porto AlegrePor Friedrich Dieckmann para a revista alemã Theater Der Zeit
 O princípio do palco simultâneo, que define toda a encenação, repete-se nas cenas de Margarida nas dimensões de um espaço com forma de sala, e o espectador pode escolher os pontos, a partir dos quais ele quer assistir aos acontecimentos; ele pode também mudar de lugar. Nos dois lados estreitos tornam-se presentes duas instâncias polares: num lado, o grupo de imobilidade estatuária, no qual aparecem, ao lado de um sacerdote, um cavaleiro e uma mulher (trata-se de Valentim e da mãe de Margarida), à semelhança de estátuas; no outro lado, a área do jardim com o lago, as pedras e as plantas, que aparece atrás de véus. O lado da igreja estende-se por todo o espaço na forma de figuras de santos (aquelas figuras carregadas da rua para dentro do recinto); a roda de fiar se encontra aqui, em cuja caixa Mefisto deposita o …

III Interfaces Internacional em Uberlândia



A atuadora Tânia Farias da Tribo de Atuadores Ói Nóis Aqui Traveiz participa da III Interfaces Internacional – “Desmontagem como procedimento artístico-pedagógico” em Uberlândia. Tânia Farias estará apresentando sua desmontagem. Uma proposta de desvelar os processos de criação de algumas personagens de sua trajetória, que se mescla ao caminho da própria Tribo de Atuadores Ói Nóis Aqui Traveiz. Estarão presentes também no encontro Ileana Diéguez, Beth Lopes, Narciso Telles, Fernando Aleixo, Mara Leal, Mariene Perobelli, Mário Piragibe, Ana Carneiro, Vilma Campos, Paulina Caon, Coletivo Teatro da Margem, Coletivo Dodecafônico.

Mais informações pelo blog: http://geacufu.blogspot.com.br/