DUAS CARTAS PARA MEYERHOLD

  Carta de Henrique Saidel   Fotos de Eugênio Barboza, Lucas Gheller e Pedro Isaias Lucas Porto Alegre, inverno de 2020 Querido Meyerhold, Escrevo esta carta como quem escreve algo de muito importante, como quem escreve algo que lhe causa um tanto de medo e hesitação, como alguém que deseja escrever coisas bonitas, coisas inesquecíveis, inteligentes, coisas revolucionárias, coisas que estejam à altura da tua arte, do teu teatro, da tua vida. Escrevo esta carta depois de ter escrito “Querido Meyerhold”, ali no topo da página, há vários dias e depois de ter ficado vários dias sem escrever mais nada, apenas olhando a página em branco e pensando em todas as coisas bonitas, inesquecíveis, inteligentes e revolucionárias que eu poderia dizer para você e a teu respeito. Escrevo esta carta mais de um ano depois de ter visto (duas vezes) a peça que o Ói Nóis Aqui Traveiz fez com você no título e como personagem, e mais de dezenove ou vinte anos depois de te ler pela primeira v

O melhor espetáculo do ano: Medeia Vozes em curta temporada na Terreira da Tribo!

Medeia Vozes da Tribo de Atuadores Ói Nóis Aqui Traveiz, grande vencedor do prêmio Açorianos de Melhor Espetáculo, realiza apresentações com entrada franca ainda este ano! Em curta temporada, de 19 a 22 de dezembro, às 19h30 na Terreira da Tribo (Rua Santos Dumont, 1186). Distribuição de senhas a partir das 19h. Mais informações pelo fone: 3028 13 58

Medeia Vozes recebeu oito das dez categorias na qual estava indicada no Prêmio Açorianos, arrematando também o troféu do Júri Popular. 

Melhor Espetáculo

Melhor Direção
 

Melhor Produção 

Melhor Cenografia

  Melhor Dramaturgia

Melhor iluminação

Melhor Atriz para Tânia Farias

Melhor Trilha para Johann Alex de Souza
 

Troféu Juri Popular

Fotos: Pedro Isaias Lucas