ÓI NÓIS AQUI TRAVEIZ 44 ANOS [PARTE 2]

    Com um mês de atividades o Teatro Ói Nóis Aqui Traveiz foi interditado pela Secretaria de Segurança. Aí começou uma longa campanha pela reabertura do teatro. O fechamento agravou a situação econômica do grupo e a saída de alguns dos seus integrantes. Para vencer a crise o grupo buscou outros espaços para encenar o seu espetáculo. Também é o momento em que o grupo começou a compartilhar as suas experiências através de uma oficina de teatro. E é principalmente com os jovens desta oficina que criou a montagem de “A Bicicleta do Condenado”, do espanhol Fernando Arrabal: um preTexto para a reVolta do Ói Nóis Aqui Traveiz. Durante o processo de criação integrantes do grupo foram presos em manifestações contra a ditadura. Essa experiência de repressão e violência foi canalizada para a cena. A reabertura do Teatro trouxe para a encenação uma história de opressão e horror, onde duas pessoas tentam sobreviver em um lugar comandado por uma ordem militar. Se no primeiro espetáculo o público fi

O melhor espetáculo do ano: Medeia Vozes em curta temporada na Terreira da Tribo!

Medeia Vozes da Tribo de Atuadores Ói Nóis Aqui Traveiz, grande vencedor do prêmio Açorianos de Melhor Espetáculo, realiza apresentações com entrada franca ainda este ano! Em curta temporada, de 19 a 22 de dezembro, às 19h30 na Terreira da Tribo (Rua Santos Dumont, 1186). Distribuição de senhas a partir das 19h. Mais informações pelo fone: 3028 13 58

Medeia Vozes recebeu oito das dez categorias na qual estava indicada no Prêmio Açorianos, arrematando também o troféu do Júri Popular. 

Melhor Espetáculo

Melhor Direção
 

Melhor Produção 

Melhor Cenografia

  Melhor Dramaturgia

Melhor iluminação

Melhor Atriz para Tânia Farias

Melhor Trilha para Johann Alex de Souza
 

Troféu Juri Popular

Fotos: Pedro Isaias Lucas