A vanguarda gaúcha em ação

Marcelo Marchioro ( O Estado do Paraná, 29 de Junho de 1979)   Para todos aqueles que procuram a renovação de tudo aquilo que está de uma maneira ou outra ligada ao homem, para todos os que são suficientemente abertos para receberem novas idéias e concepções e se colocam contra qualquer tipo de estagnação, para todos os que possuem uma visão ampla e irrestrita do que seja cultura e das várias maneiras pelas quais ela se manifesta, para todos aqueles que são receptivos (se não para gostar, ao menos para analisar) às novas e válidas propostas de trabalho e têm condições de entender o que seja um espetáculo consciente e revitalizador, hoje é o último dia para assistir a “Ensaio Selvagem” às 21 horas no Teatro Universitário de Curitiba, produção do grupo gaúcho “Ói Nóis Aqui Traveiz”.   Em geral, novas propostas ou manifestações de vanguarda (principalmente quando se trata de cultura) sempre são encaradas pelo público com muitas ressalvas, especialmente por aquela grande camada tradi

Oficina para Formação de Atores 2014/2015


ESCOLA DE TEATRO POPULAR DA TERREIRA DA TRIBO – TERREIRA DA TRIBO PONTO DE CULTURA

Oficina Para Formação de Atores

Gratuita e aberta a todos os interessados a partir dos 16 anos

Inscrições de 5 a 30 de maio de 2014
de segundas a sextas-feiras das 15 às 18h
na TERREIRA DA TRIBO
rua Santos Dumont – fones 32865720 – 30281358 - 99994570
terreira.oinois@gmail.com      www.oinoisaquitraveiz.com.br 



ESCOLA DE TEATRO POPULAR
DA TERREIRA DA TRIBO

A Escola de Teatro Popular desenvolve a Oficina Para Formação de Atores composta por aulas teóricas e práticas, com uma carga horária de 25 horas/aulas semanais, totalizando 1.600 horas/aulas. A Oficina Para Formação de Atores oferece 25 vagas, e a seleção dos oficinandos/alunos é realizada através de entrevistas e audições, sendo aberta a todos interessados a partir dos 16 anos. Ao longo de dezoito meses de oficina, o oficinando/aluno estará passando por um processo programado de desenvolvimento, cuja primeira etapa encontra-se organizada em torno do autoconhecimento (conhecimento do ator), passando, em seguida, para a etapa de reconhecimento (ênfase colocada no trabalho de construção de personagem), para o jogo teatral (ênfase na situação dramática) e, por fim, chegando à elaboração do produto estético: a encenação. A Oficina Para Formação de Atores formou sete turmas de novos atores nos períodos de 2000/01, 2002/03, 2004/05, 2005/06, 2007/08, 2009/10 e 2011/13.

A Oficina Para Formação de Atores - 2014/2015 será desenvolvida de 7 de julho de 2014 a 18 de dezembro de 2015, de segundas a sextas-feiras, das 14 às 18h30, na Escola de Teatro Popular da Terreira da Tribo.

DA SELEÇÃO DOS INSCRITOS:
A seleção dos inscritos para a Escola de Teatro Popular acontecerá nos dias 9, 10 e 11 de junho na Terreira da Tribo, rua Santos Dumont, 1186.
Na medida em que o número de inscritos excede o número de vagas, torna-se necessário o estabelecimento de alguns critérios gerais para a seleção. Serão, portanto, avaliadas: a) A capacidade de articular o pensamento; b) A disponibilidade para a aprendizagem e para o trabalho em grupo; c) As condições físicas necessárias ao desenvolvimento do trabalho de ator.
Para a seleção os inscritos devem:
1- Responder questionário da Escola de Teatro Popular e entregar no prazo determinado.
2- Apresentar cenicamente para a banca examinadora, em horário e dia combinados, um monólogo escolhido a partir dos textos indicados pela Escola de Teatro Popular.
3-    Realizar entrevista individual com a banca examinadora.

O resultado da seleção será divulgado na Terreira da Tribo, rua Santos Dumont 1186, a partir das 15 horas do dia 12 de junho de  2014. Os candidatos classificados deverão confirmar a vaga até as 18 horas do dia 13 de junho de 2014.



OFICINA PARA FORMAÇÃO DE ATORES
Disciplina
Carga
semanal
Programa
Professor
Interpretação
9 horas
O Ator e suas possibilidades.
Aproximação ao personagem.
Movimentos da cena.
Ação física, ação da emoção e ação da sensação.
Motivação, subtexto, inter-relação.
Objetivo. O personagem pelo interior, o personagem pelo exterior. Estilo pessoal. Exposição versus revelação.
Movimento, gesto, atividade mimética do ato físico do jogo.
Linguagens e conceitos estéticos. Situações e fábulas.
Paulo Flores
(módulo A)
Tânia Farias
(módulo B)
Improvisação
4 horas
O imprevisto da ação humana.
O espaço do inconsciente e o desenvolvimento da intuição.
Conexão entre imaginário e realidade. Liberação do gesto, da fala e das sonoridades.
Expressão individual e grupal.
Interação do grupo.
Práticas lúdicas, jogos e dramaturgização.
Clélio Cardoso
Expressão
Corporal
3 horas
O inconsciente no corpo.
Consciência corporal (avaliação de facilidades e bloqueios)
Regras anatômicas universais.
Observação do outro e relacionamento. Vocabulário expressivo, criatividade e busca de superação das dificuldades conscientizadas.
Análise de adequação do corpo do ator às necessidades expressivas dos personagens, arquétipos ou símbolos teatrais.
A revelação do inconsciente humano através de um processo consciente.
Tânia Farias
Expressão vocal
2 horas
Descoberta do potencial vocal e sua utilização consciente.
Respiração, dicção e colocação  vocal.
Pontos de ressonância  corporal. Canto e fala.
Leonor Melo
História do
Teatro
Brasileiro
2 horas
Texto, estilo de criação e interpretação.
Estudo das relações teatro-sociedade ao longo da história e da realidade brasileiras.
Discussão sobre o Teatro Brasileiro contemporâneo.
Paulo Flores
Teoria e
História do
Teatro Ocidental
3 horas
Subsídios para a compreensão e interpretação do fenômeno cênico.
O teatro no contexto das condições sócio-políticas e na inter-relação com outras áreas do conhecimento humano.
Paulina Nólibos
História do Pensamento
Político
2 horas
Estudo da História das Sociedades. Correntes do pensamento político e os processos históricos de sua construção. A História como instrumento de uma consciência crítica e de transformação do presente.
Clarice Falcão