Meierhold - Críticas

Para dar início a nova série de Críticas do Espetáculo MEIERHOLD, selecionamos o olhar acurado de Paulo Bio Toledo (Folha de São Paulo).   Paulo Bio Toledo p ossui graduação em Bacharelado em Artes Cênicas pela Universidade de São Paulo (2010), mestrado em Artes Cênicas pela Universidade de São Paulo (2013) e doutorado em Artes Cênicas pela Universidade de São Paulo (2018). Foi professor conferencista no curso de Artes Cênicas da ECA-USP e professor substituto no Instituto de Artes da Unesp.   Peça funciona como manifesto das posições que grupo defende Espetáculo é praticamente um monólogo escrito pelo dramaturgo e psicanalista argentino Eduardo Pavlovsky sobre o encenador russo Vsevolod Meierhold   Paulo Bio Toledo (Folha de São Paulo, 26 de novembro de 2019)   Fotos de Pedro Isaías Lucas     À primeira vista, o espetáculo “Meierhold”, da Tribo de Atuadores Ói Nóis Aqui Traveiz, surpreende pela diferença com relação aos seus outros trabalhos. O grupo ga

O Amargo Santo da Purificação participa esta semana do Festival SESC de Inverno no RJ


O espetáculo “O Amargo Santo da Purificação” que conta a história do revolucionário brasileiro Carlos Marighella, participa esta semana do Festival SESC de inverno no Rio de Janeiro. O espetáculo passará por 3 cidades: Nova Friburgo, Petrópolis e Teresópolis.

Todas as apresentações serão às 11h, confira abaixo os dias e os locais:

Dia 07.08: O Amargo Santo da Purificação em Nova Friburgo na Praça Dermeval Barbosa Moreira.
Dia 09.08: O Amargo Santo da Purificação em Petrópolis na Praça Liberdade.
Dia 10.08: O Amargo Santo da Purificação em Teresópolis na Praça da Feirinha.


Foto: Cláudio Etges


O Amargo Santo da Purificação é uma visão alegórica e barroca da vida, paixão e morte do revolucionário Carlos Marighella.

A encenação coletiva para Teatro de Rua conta a história de um herói popular que os setores dominantes tentaram banir da cena nacional durante décadas, buscando um retrato humano do que foi o Brasil no século vinte. É uma história de coragem e ousadia, perseverança e firmeza em todas as convicções. A coerência dos ideais socialistas atravessando uma vida generosa e combatente, de ponta a ponta. 

A dramaturgia elaborada pelo “Ói Nóis Aqui Traveiz” parte dos poemas de Carlos Marighella, que transformados em canções são o fio condutor da narrativa. Utilizando a plasticidade das máscaras, de elementos da cultura afro-brasileira e figurinos com fortes signos, a encenação cria uma fusão do ritual com o teatro dança, construindo uma estética ‘glauberiana’.

Valores: Grátis.
Classificação: Livre.
Duração: 100 min.

Considerado um dos maiores eventos culturais do estado do Rio de Janeiro, o Festival Sesc de Inverno, realizado anualmente em julho, chega a sua 13ª edição em 2014.
O evento já faz parte das agendas das cidades de Petrópolis, Teresópolis e Nova Friburgo, oferecendo uma programação cultural extensa, diversificada, de qualidade e, em sua maior parte, gratuita. Entre os seus objetivos está a promoção de experiências que gerem o desenvolvimento cultural da população, em especial da serra fluminense, e consequentemente contribuam para a transformação social.

Mais informações no site do Festival:
http://www.festivalsescdeinverno.com.br/o-festival