TEM MÚSICA NA TABA!Shows musicais voltam com tudo dias 23 e 24 de setembro na Terreira da Tribo!

ENTRADA FRANCA

Nos dias 23 e 24 de setembro a música ocupa a Terreira da Tribo com bandas e músicos da nossa cidade, sempre às 20h e com Entrada Franca (rua Santos Dumont, 1186). "Tem Música na Taba!" faz parte da programação cultural da campanha “Terreira da Tribo – Eu Apoio!”. A Terreira da Tribo que sempre ocupou prédios privados pagando onerosos alugueis se encontra num momento dramático para conseguir viabilizar a sua existência. 


Na segunda-feira dia 23 a música de antigamente tem o ânimo renovado com a proposta do grupo "Volto Pra Te Ver". A banda surge no cenário porto alegrense cantando clássicos do Samba e da MPB, num encontro musical que traz ao público uma sonoridade apurada somada à alegria de jovens amantes da música popular brasileira. O grupo é formado por Mauro Moura (Voz e Cavaco), Alexandre dos Santos (Violão), José Neto (Sopros), Maicon Ouriques e Igor Peres (Percussão). 

Já na terça-feira dia 24 chega ao palco da Terreira da Tribo o músic…

Ói Nóis Aqui Traveiz atua com grupos de Direitos Humanos na Argentina!

QUANDO AS AUSÊNCIAS SE FAZEM PRESENTES!

A ação performática “Onde? Ação nº2”, que de forma poética contribui para a discussão sobre os desaparecidos políticos na America Latina está sendo apresentada em diversas províncias da Argentina, através do 9º Circuito Nacional de Teatro, e segue em turnê até o início de outubro.

A performance que provoca reflexões sobre o nosso passado recente e as feridas ainda abertas pela ditadura militar, tem encontrado ecos em solos argentinos, através de parcerias com militantes e grupos de direitos humanos de todo o país. Com esta ação, mais uma vez, o Ói Nóis Aqui Traveiz se soma ao movimento por Memória, Verdade e Justiça.

Abaixo fotos da performance em frente a Polícia Federal de Neuquén, que ficou conhecida como um centro de tortura e detenção de presos políticos durante a ditadura militar na Argentina. Está apresentação contou com a participação de diversos artistas e grupos de direitos humanos da cidade.









Fotos: Pedro Rosauro