Artistas na Rua Fora Bolsonaro - Porque derrubá-lo é Urgente!

 Culuna de Tânia Farias em Brasil de Fato . Ato Fora Bolsonaro em Porto Alegre: "Há muitas ações sendo gestadas, não sairemos das ruas enquanto não derrubarmos o genocida do poder" - Foto: Mari Martinez A clareza de que Bolsonaro hoje é mais letal que o vírus fez com que perdessem o medo "É preciso estancar essa sangria!!! Um homem sem juízo e sem noção não pode governar essa nação!" Essas são algumas das frases da canção de Zeca Baleiro, entoada pelo movimento Artistas pelo Impeachment, que reúne artistas de todo o país. O clipe “Desgoverno” tem claramente incomodado os ainda apoiadores do governo genocida e corrupto de Bolsonaro, Mourão e os militares. A população, atingida pelo descaso e pela fome, tem saído as ruas. A clareza de que Bolsonaro hoje é mais letal que o vírus fez com que perdessem o medo. Nesse caldo e ação estamos também nós, os artistas e trabalhadores da cultura

A Tribo participa do Seminário 50 anos do Golpe Militar de 1964 - 50 anos de Impunidade

A atuadora Tânia Farias da Tribo de Atuadores Ói Nóis Aqui Traveiz participa do seminário 50 anos do Golpe Militar de 1964 - 50 anos de Impunidade nesta sexta feira, 14/11, às 16h no Arquivo Público de Porto Alegre (Rua Riachuello, 1031)

Seguindo as atividades desenvolvidas em março de 2014, o Coletivo pela Educação, Memória e Justiça realiza a 2ª edição do Seminário 50 anos do Golpe de 1964: 50 anos de impunidade, que ocorrerá no Auditório do APERS nos dias 12, 13 e 14 de novembro, com apoio do Arquivo Público, do IFCH/UFRGS e do PPG em História/UFRGS.

Confira a programação completa:


Divulgação - Arquivo Público:
http://arquivopublicors.wordpress.com/2014/11/05/apers-sedia-2a-edicao-do-seminario-50-anos-do-golpe-de-1964-50-anos-de-impunidade/