CAMINHO PARA UM TEATRO POPULAR

Domingo, dia 8 de março, a Tribo de Atuadores Ói Nóis Aqui Traveiz inicia o Projeto Caminho Para Um Teatro Popular, com a encenação do espetáculo de Teatro de Rua “Caliban – A Tempestade de Augusto Boal” no bairro da Restinga. A apresentação será às 17 horas na Praça em frente ao Condomínio Belise (próximo da rua Dr. João Dentice). O Projeto foi contemplado com o Prêmio Culturas Populares 2019 – Edição Teixeirinha, do Ministério da Cidadania do Governo Federal.




O Projeto Caminho Para Um Teatro Popular, criado pela Tribo de Atuadores Ói Nóis Aqui Traveiz em 1988, é um circuito regular de apresentações em praças, bairros e vilas populares de Porto Alegre. Esta ação tem como principal objetivo democratizar o espaço da arte, oportunizando vivências e reflexões para um público sem acesso aos meios culturais hegemônicos.O projeto, nesta etapa, prevê a circulação da Tribo de Atuadores Ói Nóis Aqui Traveiz com seu mais novo espetáculo de teatro de rua Caliban - A Tempestade de Augusto Boal em …

Atuadores fazem visita coletiva a Exposição ATO - IMERSÃO!

Nesta terça feira, 13 de janeiro, às 16h, os atuadores do Ói Nóis Aqui Traveiz, juntamente com os alunos da Escola de Teatro Popular da Terreira da Tribo, irão fazer uma visita coletiva a exposição ATO - IMERSÃO! Um olhar das artistas Lala Gheller e Carla Meyer sobre o trabalho e a pesquisa de 36 anos da Tribo de Atuadores Ói Nóis Aqui Traveiz!



A exposição está sendo realizada no espaço QOPA (10º andar) no UNILASSALE em Canoas (Rua 15 de janeiro) até o dia 15/01/1015!



 ATO...

Aquilo que se fez; feito.

Os traços aqui foram instigados pelo encontro de olhares de LALA GHELLER / CARLA MEYER frente à imersão na experiência de observação teatral das performances do grupo de atuadores da Terreira da Tribo Ói Nóis Aqui Traveiz.

Entre o ato de desmontagem do ator e sua sequente imersão em outro personagem surge o desejo fulgurante de criar a partir destes atos lancinantes.

Sim, algo que nos alimentou a ponto de querermos demonstrar essas sensações através desta exposição, desenhos que nos foram derramados!

O ATO - IMERSÃO compactua com o afeto entre seres criativos através do cruzamento das linguagens atuar & desenhar.

... O QUE TU VÊ, NÃO É O QUE EU DESENHO...