ESTÍMULO CEREBRAL

Dirceu Alves Jr. (Veja SP, 4 de dezembro de 2019)      Foto de Pedro Isaías Lucas   A Tribo de Atuadores Ói Nóis Aqui Traveiz é o principal coletivo da cena de Porto Alegre. Fundado há 21 anos, o grupo se firmou graças a uma estética provocadora e um permanente diálogo crítico junto ao público em montagens de rua ou desenvolvidas em salas fechadas. Cartaz do Teatro do Sesc Bom Retiro, Meierhold, adaptação da peça do dramaturgo argentino Eduardo Pavlovsky, concentra toda a sua força na reflexão de ideias em uma encenação com raros momentos surpreendentes. Paulo Flores interpreta o ator, diretor e teórico russo Vsevolod Emilevich Meierhold (1874-1940), preso, torturado e fuzilado pela ditadura stalinista por ter sua obra considerada como inadequada. O próprio personagem, tal como um fantasma, reconstitui seu passado e se mune de convicção para ressaltar o firme caráter e a necessidade de liberdade. Em algumas passagens, assume, inclusive, um saudável didatismo. A estrutura de monólogo, b

Atuadores fazem visita coletiva a Exposição ATO - IMERSÃO!

Nesta terça feira, 13 de janeiro, às 16h, os atuadores do Ói Nóis Aqui Traveiz, juntamente com os alunos da Escola de Teatro Popular da Terreira da Tribo, irão fazer uma visita coletiva a exposição ATO - IMERSÃO! Um olhar das artistas Lala Gheller e Carla Meyer sobre o trabalho e a pesquisa de 36 anos da Tribo de Atuadores Ói Nóis Aqui Traveiz!



A exposição está sendo realizada no espaço QOPA (10º andar) no UNILASSALE em Canoas (Rua 15 de janeiro) até o dia 15/01/1015!



 ATO...

Aquilo que se fez; feito.

Os traços aqui foram instigados pelo encontro de olhares de LALA GHELLER / CARLA MEYER frente à imersão na experiência de observação teatral das performances do grupo de atuadores da Terreira da Tribo Ói Nóis Aqui Traveiz.

Entre o ato de desmontagem do ator e sua sequente imersão em outro personagem surge o desejo fulgurante de criar a partir destes atos lancinantes.

Sim, algo que nos alimentou a ponto de querermos demonstrar essas sensações através desta exposição, desenhos que nos foram derramados!

O ATO - IMERSÃO compactua com o afeto entre seres criativos através do cruzamento das linguagens atuar & desenhar.

... O QUE TU VÊ, NÃO É O QUE EU DESENHO...