Santos Amargos

Paulo Bio Toledo - (Cavalo Louco Revista de teatro, dezembro de 2009)
[...] O dom de Despertar no passado as centelhas da esperança é um privilégio exclusivo do Historiador convencido de que também os mortos não estarão em segurança se o inimigo vencer. E esse inimigo não tem cessado de vencer.
Walter Benjamin Sobre o conceito da história
Necrofilia é o amor ao futuro Heiner Müller

Fotos de Pedro Isaias Lucas 
Anjos
A famosa metáfora do anjo da história do pensador alemão Walter Benjamin – interpretação poética da pintura Angelus Novus, de Paul Klee – retrata um anjo que observa o passado amontoado de entulho e destroços da civilização, mas não pode parar, é incessamente puxado ao futuro pelos ventos do Progresso.
Heiner Müller reescreve a imagem. Seu anjo olha a frente. Observa o futuro “represado, esmagando seus olhos”, mas a pilha de destroços é mais rápida que ele e o comprimento no instante: entre o passado e o futuro.Imobilizado, esmagado. Até que: “um renovado rufar de pod…

Confira como foi Mostra Conexões para uma Arte Pública!



A Mostra, realizada pela Tribo de Atuadores Ói Nóis Aqui Traveiz em dezembro de 2014, foi um grande encontro com os grupos Tá Na Rua no Rio de Janeiro, Grupo do Beco em Belo Horizonte e Pombas Urbanas em São Paulo. Durante 3 semanas intensas de debates, apresentações e oficinas se investigou o que significa fazer Arte Pública no Brasil.

Assista ao vídeo