ESTÍMULO CEREBRAL

Dirceu Alves Jr. (Veja SP, 4 de dezembro de 2019)      Foto de Pedro Isaías Lucas   A Tribo de Atuadores Ói Nóis Aqui Traveiz é o principal coletivo da cena de Porto Alegre. Fundado há 21 anos, o grupo se firmou graças a uma estética provocadora e um permanente diálogo crítico junto ao público em montagens de rua ou desenvolvidas em salas fechadas. Cartaz do Teatro do Sesc Bom Retiro, Meierhold, adaptação da peça do dramaturgo argentino Eduardo Pavlovsky, concentra toda a sua força na reflexão de ideias em uma encenação com raros momentos surpreendentes. Paulo Flores interpreta o ator, diretor e teórico russo Vsevolod Emilevich Meierhold (1874-1940), preso, torturado e fuzilado pela ditadura stalinista por ter sua obra considerada como inadequada. O próprio personagem, tal como um fantasma, reconstitui seu passado e se mune de convicção para ressaltar o firme caráter e a necessidade de liberdade. Em algumas passagens, assume, inclusive, um saudável didatismo. A estrutura de monólogo, b

E a Tribo cai no samba no Carnaval de Guaíba!

Hoje a Tribo de Atuadores Ói Nóis Aqui Traveiz estará em Guaíba participando de mais um carnaval ao lado da Escola de Samba Império Serrano.

A Escola fundada em 1974, que tem suas atividades realizadas no bairro Ermo, já homenageou o grupo duas vezes em carnavais anteriores, e neste ano contará a história de Chico Rei na avenida, para abordar também um tema de extrema importância: o preconceito racial no Brasil.

Será mais uma vez uma experiência humana, um encontro entre o teatro e uma das mais potentes manifestações populares do nosso país, o carnaval. Estaremos lá! O teatro militante do Ói Nóis Aqui Traveiz, que neste ano completa 38 anos de trajetória, também prestará a sua homenagem a esta figura lendária. Salve Chico Rei!