A Casa de Fausto sob o Signo do Cruzeiro do Sul [Parte 3/Final]

Anátema e sagração da primaveraO grupo brasileiro Ói Nóis Aqui Traveiz encena o Fausto de Goethe em Porto AlegrePor Friedrich Dieckmann para a revista alemã Theater Der Zeit
 O princípio do palco simultâneo, que define toda a encenação, repete-se nas cenas de Margarida nas dimensões de um espaço com forma de sala, e o espectador pode escolher os pontos, a partir dos quais ele quer assistir aos acontecimentos; ele pode também mudar de lugar. Nos dois lados estreitos tornam-se presentes duas instâncias polares: num lado, o grupo de imobilidade estatuária, no qual aparecem, ao lado de um sacerdote, um cavaleiro e uma mulher (trata-se de Valentim e da mãe de Margarida), à semelhança de estátuas; no outro lado, a área do jardim com o lago, as pedras e as plantas, que aparece atrás de véus. O lado da igreja estende-se por todo o espaço na forma de figuras de santos (aquelas figuras carregadas da rua para dentro do recinto); a roda de fiar se encontra aqui, em cuja caixa Mefisto deposita o …

Salve a TVE e a FM Cultura


A Tribo de Atuadores Ói Nóis Aqui Traveiz repudia a extinção da Fundação Cultural Piratini proposta pelo Governo do Estado e enviada para a Assembleia Legislativa em 21 de novembro de 2016. Essa proposta significa o fim da TVE e da FM Cultura, importantes meios de comunicação públicos e de vocação democrática. 

Eles constituem um patrimônio inestimável na produção e difusão da cultura do estado. A TVE desempenha um papel singular na preservação e manutenção da memória das manifestações culturais do Rio Grande do Sul. Muitas imagens memoráveis da arte gaúcha não poderiam ser vistas, não fosse o enorme acervo audiovisual da TVE. 



As duas emissoras democratizam o espaço de comunicação e tornam acessível para diversos artistas, de curta ou longa trajetória, divulgar seu trabalho. Ambas levam para a população a produção gaúcha sem precisar passar pela triagem da lógica do mercado. 

Não queremos imaginar o ano que vem sem os sons dos Cantos do Sul da Terra, sem a Música Popular Brasileira, sem os questionamentos sociais do Nação, sem a ludicidade do Pandorga, sem as reportagens do Estação Cultura, dentre tantos outros programas de qualidade jornalística.

O Ói Nóis apoia a resistência dos trabalhadores da TVE e FM Cultura que lutam pela continuidade da Fundação Cultural Piratini!



#SalveTVEeFMCultura! 
#ForaTemer
#ForaSartori