TRIBO DE ATUADORES ÓI NÓIS AQUI TRAVEIZ 44 ANOS [PARTE 19]

“Se Não Tem Pão, Comam Bolo!” tem por referência a célebre frase da rainha da França, Maria Antonieta,quando no princípio da Revolução Francesa, pressionada em seu próprio palácio pelo povo que pedia pão, pateticamente perguntou por que não comiam brioches. Encenação popular, esta fábula política recorre ao fato histórico para falar de problemas cotidianos que afligem a maioria dos brasileiros: a fome, a opressão, os desmandos do poder e a corrupção dos políticos. Os personagens são saltimbancos contadores de histórias, que de uma forma satírica e divertida cantam para o povo, nas ruas, o que a sociedade burguesa procura esconder: a luta de classes. 
    “SE NÃO TEM PÃO, COMAM BOLO!” Roteiro e direção : criação coletiva Figurinos : Arlete Cunha Adereços : Zau Figueiredo Música : Rogério Lauda Elenco : Arlete Cunha, Kike Barbosa, Rogério Lauda e Sandra Possani Intérprete em substituição : Vera Parenza Estreia : 14 de fevereiro de 1993 (Espetáculo de rua) TERREIRA DA TRIBO EU APOIO! Você

FESTA VIVA A TRIBO - 40 ANOS DE UTOPIA!

“Se vocês pensam que Nóis fomos embora
Nóis enganemo vocês
Fingimos que fumos e vortemos
Ói Nóis Aqui Traveiz!”


Sob a tríade UTOPIA, PAIXÃO e RESISTÊNCIA surgia em 1978 um coletivo que transformaria radicalmente a cena teatral no sul do país. Era a Tribo de Atuadores Ói Nóis Aqui Traveiz que chegava para deixar os seus rastros de liberdade. E é com imensa alegria - apesar dos pesares - que neste ano de 2018 estaremos celebrando os 40 ANOS de VIDA deste grupo! 

Uma festa que conta com a tua participação! E sim, será uma grande festança mesmo, para reunirmos velhos e novos amigos, para termos mais uma oportunidade de afinarmos os afetos, reinventando a UTOPIA e celebrando sempre o cio de viver para nos fortalecermos nas batalhas! 

Vale dizer que toda a verba arrecadada neste dia irá contribuir para a manutenção deste grupo, que desde o seu surgimento reafirma o seu compromisso ético com a sociedade, fazendo da arte e do encontro coletivo, um ato ritualístico potencial da existência humana.

>O festejo será no dia 24 de março, a partir das 16h no Vila Flores (R. São Carlos, 759 – Floresta)<

OS INGRESSOS JÁ ESTÃO A VENDA na Terreira da Tribo e com os integrantes do grupo e também nos PONTOS DE VENDA (infos abaixo)
Garanta já o seu ingresso, porque o primeiro lote custa apenas 15 pilas de investimento!

Para embalar o nosso encontro contamos com a participação das bandas “Roda Viva” e “Tribo Brasil”, e do DJ Fausto, com sua playlist que conta com o melhor da música popular brasileira.

Evoé!!!

“Resistir é manter abertos os vínculos com o futuro”
Paulo Flores 

>>>>> INGRESSOS: <<<<< 

PONTOS DE VENDA: 
- Papoula Café (Vila Flores)
www.facebook.com/papoulacafe

- SEDE Macuco (R. General Auto, 267 - Centro)
www.facebook.com/sedemacuco
(pagamento com cartão, taxa de R$1,00)

- ArteLoja (Térreo - Casa de Cultura Mário Quintana)
www.facebook.com/Arteloja-CCMQ-453918918084511/

Informações via Mensagem no evento, pelo email vivatribo@hotmail.com ou fone/whats: (51) 993 32 9219 c/ Luana.