MOSTRA ÓI NÓIS AQUI TRAVEIZ: JOGOS DE APRENDIZAGEM

Nesta segunda e terça-feira, dias 16 e 17 de dezembro, às 20h, acontece a “Mostra Ói Nóis Aqui Traveiz: Jogos de Aprendizagem/2019” na Terreira da Tribo (Rua Santos Dumont, 1186), com entrada franca. A “Mostra Ói Nóis Aqui Traveiz: Jogos de Aprendizagem/2019” terá a apresentação dos exercícios cênicos criados na ação Teatro Como Instrumento de Discussão Social da Escola de Teatro Popular da Terreira da Tribo, reconhecida como Ponto de Cultura. A Mostra apresentará o processo de criação das Oficinas dos bairros São Geraldo e Restinga e da cidade de Canoas.
CAMILO: um exercício cênico sobre a rebeldia e o amor eficaz Co-fundador da primeira faculdade de sociologia da América Latina, Camilo Torres foi um célebre professor universitário, sacerdote, político, rebelde e insurgente. Em 2016 o grupo Teatro La Candelaria da Colômbia estreou essa obra de criação coletiva em rememoração aos cinquenta anos da morte de Camilo, cujo corpo continua desaparecido. Uma das razões que impulsou o grupo col…

'A função da Arte é soltar um grito de alarme, bradar sua recusa da barbárie e despertar a consciência do homem em face do sofrimento.' (Gérard Abensour)

 TEATRO DE RUA

O teatro de rua não busca a complacência dos inimigos da arte, busca sim o afeto e o respaldo das pessoas que não tem acesso aos supermercados culturais. O teatro que nasce e cresce ao ar livre está ligado às necessidades mais fundamentais dos que perderam a sua identidade como indivíduos e como um povo no naufrágio de fumaça, ruídos e concreto armado das grandes metrópoles, que delatam a barbárie de nossos tempos. O teatro de rua é algo assim como uma fonte pródiga e coletiva na aridez traçada por semáforos, imposições, esquinas e solidões. E um espetáculo assim é como uma zona franca, onde persistem as cores, a música, os corpos, as palavras, as cumplicidades e a esperança. Então nós, atores e atrizes ambulantes, queremos convidá-los para que se libertem da indiferença e da tristeza, para que venham compartilhar conosco, pelo direito à arte e à vida.”

(Extraído do Manifesto do Encontro Internacional de Teatro de Rua, em Bogotá.)







Fotos dos Espetáculos de Rua: Deus ajuda os Bão, A Saga de Canudos, Caliban, O Amargo Santo da Purificação e A Exceção e a Regra - Cláudio Etges, Fabiano Ávila, Pedro Lucas, Rafael Nino e Zé Inácio.