A Casa de Fausto sob o Signo do Cruzeiro do Sul [Parte 3/Final]

Anátema e sagração da primaveraO grupo brasileiro Ói Nóis Aqui Traveiz encena o Fausto de Goethe em Porto AlegrePor Friedrich Dieckmann para a revista alemã Theater Der Zeit
 O princípio do palco simultâneo, que define toda a encenação, repete-se nas cenas de Margarida nas dimensões de um espaço com forma de sala, e o espectador pode escolher os pontos, a partir dos quais ele quer assistir aos acontecimentos; ele pode também mudar de lugar. Nos dois lados estreitos tornam-se presentes duas instâncias polares: num lado, o grupo de imobilidade estatuária, no qual aparecem, ao lado de um sacerdote, um cavaleiro e uma mulher (trata-se de Valentim e da mãe de Margarida), à semelhança de estátuas; no outro lado, a área do jardim com o lago, as pedras e as plantas, que aparece atrás de véus. O lado da igreja estende-se por todo o espaço na forma de figuras de santos (aquelas figuras carregadas da rua para dentro do recinto); a roda de fiar se encontra aqui, em cuja caixa Mefisto deposita o …

UMA CELEBRAÇÃO DE 40 ANOS DE UTOPIA, PAIXÃO E RESISTÊNCIA

No ano de 2018 a Tribo de Atuadores Ói Nóis Aqui Traveiz completa 40 anos atuação junto à comunidade porto-alegrense e em todo o Brasil. Para celebrar esta data histórica a Tribo vai realizar uma grande Programação Especial de Celebração, com uma Mostra de seu repertório recente e de um trabalho inédito, "Meierhold".  No encerramento das atividades será lançada a 18° edição da revista de teatro Cavalo Louco (criada e publicada pelo grupo), numa noite de celebração e performance de um ensaio musical baseada na obra de Violeta Parra. No ano de 2019, dando continuidade à programação especial, o Ói Nóis cria o Laboratório Internacional de Teatro, para partilhar com os estudantes de artes cênicas do Brasil e de outras partes do mundo a pesquisa e o trabalho continuado da Tribo de Atuadores, disseminando essa vasta história de atuação e resistência que se desenvolve no sul do país. Toda a Programação Especial de Celebração de 40 anos da Tribo de Atuadores Ói Nóis Aqui Traveiz será gratuita e pretende, dessa forma, dar visibilidade, continuidade e consequente aprimoramento ao trabalho de pesquisa e criação desenvolvido ao longo de muitos anos de trajetória, intrinsecamente ligada à inovação estética e à democratização da cultura. 



O projeto 'Tribo de Atuadores Ói Nóis Aqui Traveiz – Uma Celebração de 40 anos de Utopia, Paixão e Resistência' é financiado pelo Governo do Estado – Secretaria da Cultura, Turismo, Esporte e Lazer – Pró-Cultura RS LIC, Lei n.º 13.490/10, com Patrocínio da Fruki e apoio cultural do 25º Porto Alegre em Cena da Secretaria Municipal da Cultura/POA.

PROGRAMAÇÃO:

DOMINGO 25/11 - 18H PARQUE DA REDENÇÃO
Teatro de Rua - "Caliban - A Tempestade de Augusto Boal"

SEGUNDA 26/11 - 12H ESQUINA DEMOCRÁTICA
Performance "Onde Ação N°2"

DOMINGO 02/12 - 16H PARQUE DA REDENÇÃO
Teatro de Rua - "Caliban - A Tempestade de Augusto Boal"

SEGUNDA 03/12 - 12H ESQUINA DEMOCRÁTICA
Performance "Onde Ação N°2"

TERÇA E DOMINGO 04 E 09/12 - 20H SALA ÁLVARO MOREYRA
Desmontagem "Evocando os Mortos - Poéticas da Experiência"

QUARTA 12/12 - 20H SALA ÁLVARO MOREYRA
Lançamento da Revista "Cavalo Louco"; Ensaio Musical "Violeta Parra - Uma Atuadora"