TERREIRA DA TRIBO 37 ANOS DE (R)EXISTÊNCIA

Artigo publicado no Correio do Povo em 11 de setembro de 2021. Fotos de Pedro Isaias Lucas.     No dia 14 de julho de 1984 a Terreira da Tribo de Atuadores Ói Nóis Aqui Traveiz abria as suas portas para o público. Com um show de rock-punk que reuniu as bandas Replicantes e Urubu Rei, entre outras. Logo em seguida o Ói Nóis Aqui Traveiz encenou na nova casa “A Visita do Presidenciável ou Os Morcegos estão Comendo os Abacates Maduros”, uma parábola sobre o momento político que o Brasil vivia, com a saída dos militares de cena e a entrada de um governo civil. E anunciava para toda cidade “...todas as pessoas gostam de cantar, dançar, representar, pintar, fotografar. Qualquer pessoa é capaz de criar e a Terreira da Tribo está aí para isso”. E nesses 37 anos de atividades a Terreira da Tribo abrigou as mais diversas manifestações culturais como espetáculos de teatro, shows musicais, ciclos de filmes e vídeos, seminários, debates, performances e celebrações. Hoje a Terreira é reco

UMA CELEBRAÇÃO DE 40 ANOS DE UTOPIA, PAIXÃO E RESISTÊNCIA

No ano de 2018 a Tribo de Atuadores Ói Nóis Aqui Traveiz completa 40 anos atuação junto à comunidade porto-alegrense e em todo o Brasil. Para celebrar esta data histórica a Tribo vai realizar uma grande Programação Especial de Celebração, com uma Mostra de seu repertório recente e de um trabalho inédito, "Meierhold".  No encerramento das atividades será lançada a 18° edição da revista de teatro Cavalo Louco (criada e publicada pelo grupo), numa noite de celebração e performance de um ensaio musical baseada na obra de Violeta Parra. No ano de 2019, dando continuidade à programação especial, o Ói Nóis cria o Laboratório Internacional de Teatro, para partilhar com os estudantes de artes cênicas do Brasil e de outras partes do mundo a pesquisa e o trabalho continuado da Tribo de Atuadores, disseminando essa vasta história de atuação e resistência que se desenvolve no sul do país. Toda a Programação Especial de Celebração de 40 anos da Tribo de Atuadores Ói Nóis Aqui Traveiz será gratuita e pretende, dessa forma, dar visibilidade, continuidade e consequente aprimoramento ao trabalho de pesquisa e criação desenvolvido ao longo de muitos anos de trajetória, intrinsecamente ligada à inovação estética e à democratização da cultura. 



O projeto 'Tribo de Atuadores Ói Nóis Aqui Traveiz – Uma Celebração de 40 anos de Utopia, Paixão e Resistência' é financiado pelo Governo do Estado – Secretaria da Cultura, Turismo, Esporte e Lazer – Pró-Cultura RS LIC, Lei n.º 13.490/10, com Patrocínio da Fruki e apoio cultural do 25º Porto Alegre em Cena da Secretaria Municipal da Cultura/POA.

PROGRAMAÇÃO:

DOMINGO 25/11 - 18H PARQUE DA REDENÇÃO
Teatro de Rua - "Caliban - A Tempestade de Augusto Boal"

SEGUNDA 26/11 - 12H ESQUINA DEMOCRÁTICA
Performance "Onde Ação N°2"

DOMINGO 02/12 - 16H PARQUE DA REDENÇÃO
Teatro de Rua - "Caliban - A Tempestade de Augusto Boal"

SEGUNDA 03/12 - 12H ESQUINA DEMOCRÁTICA
Performance "Onde Ação N°2"

TERÇA E DOMINGO 04 E 09/12 - 20H SALA ÁLVARO MOREYRA
Desmontagem "Evocando os Mortos - Poéticas da Experiência"

QUARTA 12/12 - 20H SALA ÁLVARO MOREYRA
Lançamento da Revista "Cavalo Louco"; Ensaio Musical "Violeta Parra - Uma Atuadora"