Denúncia atualizada de Heiner Muller

Antônio Holfeldt (Jornal do Comércio, 13 de Agosto de 1999) Fotos de Claudio Etges
A estreia de Hamlet Máquina, do dramaturgo alemão contemporâneo Heiner Müller, pelo grupo Ói Nóis Aqui Traveiz, é um acontecimento verdadeiramente ambíguo. A ambiguidade nasce do fato de a montagem desta peça, que consagrou e projetou internacionalmente o dramaturgo da Antiga Alemanha Popular, ser, por certo, uma feliz oportunidade para nosso teatro, mas, por outro lado, comemorando os quinze de localização da Terreira da Tribo, espaço cênico onde o Ói Nóis Aqui Traveiz desenvolve suas pesquisas e interferências na cidade, constitui-se também em seu canto de cisne: ao final de agosto, interrompendo a sua temporada, a Terreira da Tribo fechará suas portas e o Ói Nóis Aqui Traveiz estará na rua, motivado, dentre outras coisas, pela decisão (ambígua) da Prefeitura Municipal de Porto Alegre em se negar a dar qualquer apoio ao grupo.
A ambiguidade é mais significativa, se formos capazes de fazer a correta leitu…

OFICINA DE TEATRO LIVRE NA TERREIRA DA TRIBO


Neste sábado, dia 19 de janeiro, às 14 horas, a Escola de Teatro Popular da Terreira da Tribo retoma a sua Oficina de Teatro Livre. A Oficina de Teatro Livre é aberta e gratuita a todos interessados a partir dos 15 anos. Inscrições no horário e local da Oficina. A Terreira da Tribo fica na rua Santos Dumont 1186. Informações pelo fone (51) 3028-1358  e pelo e-mail terreira.oinois@gmail.com .

A Oficina de Teatro Livre tem como proposta a iniciação teatral a partir de jogos dramáticos, expressão corporal e improvisações.  Abre espaço para sensibilização e experiência do fazer teatral, apostando no teatro como instrumento de indagação e conhecimento de si mesmo e do mundo, assim como veículo de formação, informação e transformação social. Se desenvolve durante todo o ano sem interrupções, visando estimular o interesse pelo teatro e busca a descolonização corporal do oficinando.

A Terreira da Tribo acredita na importância da função social do artista, e pretende que essa formação favoreça a emergência do artista competente não apenas no seu ofício, mas também preocupado com o seu desempenho como cidadão. A Escola de Teatro Popular da Terreira da Tribo dentro da sua proposta de trabalho realiza anualmente seminários, ciclos de debates e oficinas de iniciação teatral, formação, pesquisa de linguagem e treinamento do ator.