Denúncia atualizada de Heiner Muller

Antônio Holfeldt (Jornal do Comércio, 13 de Agosto de 1999) Fotos de Claudio Etges
A estreia de Hamlet Máquina, do dramaturgo alemão contemporâneo Heiner Müller, pelo grupo Ói Nóis Aqui Traveiz, é um acontecimento verdadeiramente ambíguo. A ambiguidade nasce do fato de a montagem desta peça, que consagrou e projetou internacionalmente o dramaturgo da Antiga Alemanha Popular, ser, por certo, uma feliz oportunidade para nosso teatro, mas, por outro lado, comemorando os quinze de localização da Terreira da Tribo, espaço cênico onde o Ói Nóis Aqui Traveiz desenvolve suas pesquisas e interferências na cidade, constitui-se também em seu canto de cisne: ao final de agosto, interrompendo a sua temporada, a Terreira da Tribo fechará suas portas e o Ói Nóis Aqui Traveiz estará na rua, motivado, dentre outras coisas, pela decisão (ambígua) da Prefeitura Municipal de Porto Alegre em se negar a dar qualquer apoio ao grupo.
A ambiguidade é mais significativa, se formos capazes de fazer a correta leitu…

SELECIONADOS PARA O TEATRO RITUAL (MÓDULO II)


SELECIONADOS PARA O TEATRO RITUAL (MÓDULO II)
OFICINA COM A TRIBO DE ATUADORES ÓI NÓIS AQUI TRAVEIZ

AMANDA GATTI
CLAUDIA SEVERO
DIJEAN WILIAN BUENO DA COSTA
FABRICIO CUÑA MIRANDA
FELIPE DE ARAUJO LUZ
FERNANDA BEZERRA
FREDERICO VITTOLA
HELEN MEIRELES SIERRA
JÚLIA CAROLINE FAVORETTO PRUDÊNCIO
MARCIO LEANDRO DE LIMA VICENTE
MARINA CORRÊA MACHADO
NATÁLIA MENEGUZZI
RAFAEL TORRES FERNANDES
RAPHAEL COSTA SANTOS
RAUL RIBEIRO BEZERRA

     Início da Oficina  dia 28 de janeiro ás 9 horas na Terreira da Tribo.