ÓI NÓIS AQUI TRAVEIZ 44 ANOS [PARTE 2]

    Com um mês de atividades o Teatro Ói Nóis Aqui Traveiz foi interditado pela Secretaria de Segurança. Aí começou uma longa campanha pela reabertura do teatro. O fechamento agravou a situação econômica do grupo e a saída de alguns dos seus integrantes. Para vencer a crise o grupo buscou outros espaços para encenar o seu espetáculo. Também é o momento em que o grupo começou a compartilhar as suas experiências através de uma oficina de teatro. E é principalmente com os jovens desta oficina que criou a montagem de “A Bicicleta do Condenado”, do espanhol Fernando Arrabal: um preTexto para a reVolta do Ói Nóis Aqui Traveiz. Durante o processo de criação integrantes do grupo foram presos em manifestações contra a ditadura. Essa experiência de repressão e violência foi canalizada para a cena. A reabertura do Teatro trouxe para a encenação uma história de opressão e horror, onde duas pessoas tentam sobreviver em um lugar comandado por uma ordem militar. Se no primeiro espetáculo o público fi

TEATRO COMO INSTRUMENTO DE DISCUSSÃO SOCIAL NA CIDADE DE CANOAS



Neste ano, a partir do dia 16 de janeiro, a ação Teatro Como Instrumento de Discussão Social da Escola de Teatro Popular da Terreira da Tribo retoma a sua Oficina de Teatro na cidade de Canoas. Com apoio da Secretaria Municipal da Cultura e do Turismo a Oficina acontecerá todas as quartas-feiras, das 19 às 22 horas, na Antiga Estação de Trem (Av. Vitor Barreto, 2301 – Centro). A Oficina Popular de Teatro é aberta e gratuita a todos interessados a partir dos 15 anos. Inscrições no horário e local da Oficina. Informações pelo fone (51) 3028-1358 e pelo e-mail terreira.oinois@gmail.com

A Oficina Popular de Teatro de Canoas faz parte da ação Teatro Como Instrumento de Discussão Social com a Tribo de Atuadores Ói Nóis Aqui Traveiz. Tem como objetivo fomentar a organização de grupos culturais nos bairros populares em acontece. Abre espaço para sensibilização e experiência do fazer teatral, apostando no teatro como instrumento de indagação e conhecimento de si mesmo e do mundo, assim como veículo de formação, informação e transformação social. A ação Teatro Como Instrumento de Discussão Social inicia 2019 com Oficinas em Canoas e no bairro São Geraldo (na sede da Terreira da Tribo) e em fase de implantação nos bairros Humaitá, Bom Jesus, Sarandi e Restinga.



A Terreira da Tribo acredita na importância da função social do artista, e pretende que essa formação favoreça a emergência do artista competente não apenas no seu ofício, mas também preocupado com o seu desempenho como cidadão. A Escola de Teatro Popular da Terreira da Tribo dentro da sua proposta de trabalho realiza anualmente seminários, ciclos de debates e oficinas de iniciação teatral, formação, pesquisa de linguagem e treinamento do ator.