A Missão - Lembrança de uma Revolução

A Revolução Possível Revista Aplauso/ 2007 Crítica de Fábio Prikladnicki
(Fotos Cisco Vasques)



De um espetáculo do tipo “teatro de vivência" da Tribo de Atuadores Ói Nóis Aqui Traveiz se espera muitas coisas, sendo uma delas a utilização de uma narrativa descontÍnua, fazendo com que o espectador se pergunte, a cada cena, "O que está acontecendo". Assim também é em A Missão (Lembrança de uma Revolução), do dramaturgo alemão Heiner Muller (1929-1995), que faz novatemporada no final de marco, na Terreira da Tribo, em PortoAlegre, depois de ter estreado em novembrode 2006. Aocontrário de outros trabalhos, nesse não se opera nenhumtipo de colagem textual: a marca do Ói Nóis está essencialmentena encenação. O que não é pouca coisa. Escrito em 1979, o texto parece, ainda hoje, vanguardista e ousado. Não apenas porque Muller é um dos maiores dramaturgos pós-modernos. Nem apenas porque sua produção, escrita em plena Alemanha comunista, tenha mantido vitalidade mesmo depois da queda d…

TEATRO COMO INSTRUMENTO DE DISCUSSÃO SOCIAL NA CIDADE DE CANOAS



Neste ano, a partir do dia 16 de janeiro, a ação Teatro Como Instrumento de Discussão Social da Escola de Teatro Popular da Terreira da Tribo retoma a sua Oficina de Teatro na cidade de Canoas. Com apoio da Secretaria Municipal da Cultura e do Turismo a Oficina acontecerá todas as quartas-feiras, das 19 às 22 horas, na Antiga Estação de Trem (Av. Vitor Barreto, 2301 – Centro). A Oficina Popular de Teatro é aberta e gratuita a todos interessados a partir dos 15 anos. Inscrições no horário e local da Oficina. Informações pelo fone (51) 3028-1358 e pelo e-mail terreira.oinois@gmail.com

A Oficina Popular de Teatro de Canoas faz parte da ação Teatro Como Instrumento de Discussão Social com a Tribo de Atuadores Ói Nóis Aqui Traveiz. Tem como objetivo fomentar a organização de grupos culturais nos bairros populares em acontece. Abre espaço para sensibilização e experiência do fazer teatral, apostando no teatro como instrumento de indagação e conhecimento de si mesmo e do mundo, assim como veículo de formação, informação e transformação social. A ação Teatro Como Instrumento de Discussão Social inicia 2019 com Oficinas em Canoas e no bairro São Geraldo (na sede da Terreira da Tribo) e em fase de implantação nos bairros Humaitá, Bom Jesus, Sarandi e Restinga.



A Terreira da Tribo acredita na importância da função social do artista, e pretende que essa formação favoreça a emergência do artista competente não apenas no seu ofício, mas também preocupado com o seu desempenho como cidadão. A Escola de Teatro Popular da Terreira da Tribo dentro da sua proposta de trabalho realiza anualmente seminários, ciclos de debates e oficinas de iniciação teatral, formação, pesquisa de linguagem e treinamento do ator.