Violeta Parra - Uma Atuadora! No Sarau do Solar

13/agosto - Sarau Especial - 18h | Transmissão ao vivo
Tânia Farias em Violeta Parra, uma Atuadora| Latino-americana
O Sarau do Solar é realizado pela Assembleia desde 1993, quando foi inaugurada a restauração do Solar dos Câmara (Duque de Caxias, 968), construção histórica que desde então concentra a maior parte das iniciativas culturais do Parlamento gaúcho. O projeto consiste na promoção de espetáculos musicais, com entrada franca, em temporadas anuais que vão de março a dezembro. Por sua relevância para a cidade, foi agraciado por Honra ao Mérito no Prêmio Açorianos de Música 2006, concedido pela Secretaria de Cultura de Porto Alegre.Compatibilizando as expectativas de uma plateia com alto grau de fidelidade, o projeto busca alternar vertentes e tendências. Os objetivos são estimular a pluralidade da produção gaúcha e propiciar acesso universal às mais variadas expressões da cultura musical local, regional, nacional e internacional.

CINECLUBE DA TERREIRA DA TRIBO APRESENTA “MEDÉIA” DE PASOLINI

Nesta segunda-feira, dia 29 de abril, às 20 horas, o Cineclube daTerreira da Tribo (rua Santos Dumont, 1186) exibe o fime “Medéia” de Pier Paolo Pasolini, dando seguimento a mostra Cinema e Teatro, com entrada franca. Após o fime haverá debate com o professor e doutor Francisco Marshall (UFRGS), criador do StudioClio – Instituto de Arte & Humanismo. Cinema e Teatro faz parte da programação “Terreira da Tribo Eu Apoio!” - que é uma campanha de financiamento coletivo e permanente para a manutenção do espaço cultural Terreira da Tribo, através de uma plataforma online. As pessoas interessadas em colaborar na campanha podem fazer uma assinatura mensal no link www.benfeitoria.com/terreiradatribo.



Em seu único papel no cinema, a diva Maria Callas vive a feiticeira Medéia, que mata o próprio irmão para fugir com o amado, Jasão, que roubara o velocino de ouro. Anos mais tarde, Jasão a abandona, para se casar com a jovem e bela filha do rei Creonte. Indignada, Medéia planeja uma terrível vingança contra Jasão. Com belíssima fotografia de Ennio Guarnieri, Medéia (1969/Itália-França) é uma brilhante versão da tragédia grega de Eurípedes. Sem dúvida, um dos melhores trabalhos do polêmico Pier Paolo Pasolini, o diretor de O Evangelho Segundo São Mateus, Teorema, entre outros filmes memoráveis.