CINECLUBE DA TERREIRA DA TRIBO EXIBE DOIS CLÁSSICOS DE AGNÈS VARDA

Nesta segunda e terça-feira, dias 9 e 10 de dezembro , o Cineclube da Terreira da Tribo exibe dois clássicos da cineasta francesa Agnès Varda. Na segunda-feira passa o filme “Os Catadores e Eu”, e na terça-feira “As Praias de Agnès”, às 20 horas, na Terreira da Tribo (rua Santos Dumont, 1186), com entrada franca. O cineclube faz parte da programação da “Terreira da Tribo – Eu Apoio”, que é uma campanha de apoio coletivo e permanente que a Tribo lançou na plataforma virtual da Benfeitoria como forma de manutenção do espaço da Terreira que completou 35 anos de existência na cidade de Porto Alegre. Mais informações em www.benfeitoria.com/terreiradatribo.



Único nome feminino por trás da Nouvelle Vague e uma das mais importantes cineastas da história, Agnès Varda (1928-2019) possui uma filmografia repleta de transformações ao longo dos anos. Desenvolveu seu trabalho com igual interesse e força pela ficção e pelo documentário, por questões políticas, sociais e feministas, assim …

BRASIL PEQUENO INTINERANTE NA PROGRAMAÇÃO DA TERREIRA DA TRIBO EU APOIO!

A Tribo de Atuadores Ói Nóis Aqui Traveiz encerra nesta terça-feira, dia 28 de maio, a primeira etapa da sua programação cultural dentro da campanha TERREIRA DA TRIBO EU APOIO! Em cartaz a peça “Brasil Pequeno Itinerante” de Genifer Gerhardt. A programação com entrada franca é sempre às 20 horas, na Terreira da Tribo (rua Santos Dumont 1186).

A Terreira da Tribo que sempre ocupou prédios privados pagando onerosos alugueis se encontra num momento dramático para conseguir viabilizar a sua existência. “Terreira da Tribo – Eu Apoio” é uma campanha de apoio coletivo e permanente que a Tribo lançou na plataforma virtual da Benfeitoria como forma de manutenção do espaço da Terreira que completa 35 anos de existência na cidade de Porto Alegre. Mais informações em www.benfeitoria.com/terreiradatribo

 
Foto Fábio Zambom

Brasil Pequeno Itinerante” é um espetáculo de Teatro de Bonecos em Miniatura que fala de pessoas que vivem em diferentes regiões do país. Pessoas que Genifer Gerhardt, palhaça e bonequeira, encontrou em viagens pelo Brasil, conhecidas em olhos, ouvidos e afetos. A habitar seus bolsos, os bonecos carregam as histórias de cada estar e de cada sentir. Carregam a grandeza que habita o detalhe. Tem história que é da Bahia e tem do Rio Grande do Sul também. Vai para Tocantins, desce para o Paraná, segue o bordado em Minas Gerais. Tudo alinhado feito colcha de retalhos de avó – para lá, para cá.