Artistas na Rua Fora Bolsonaro - Porque derrubá-lo é Urgente!

 Culuna de Tânia Farias em Brasil de Fato . Ato Fora Bolsonaro em Porto Alegre: "Há muitas ações sendo gestadas, não sairemos das ruas enquanto não derrubarmos o genocida do poder" - Foto: Mari Martinez A clareza de que Bolsonaro hoje é mais letal que o vírus fez com que perdessem o medo "É preciso estancar essa sangria!!! Um homem sem juízo e sem noção não pode governar essa nação!" Essas são algumas das frases da canção de Zeca Baleiro, entoada pelo movimento Artistas pelo Impeachment, que reúne artistas de todo o país. O clipe “Desgoverno” tem claramente incomodado os ainda apoiadores do governo genocida e corrupto de Bolsonaro, Mourão e os militares. A população, atingida pelo descaso e pela fome, tem saído as ruas. A clareza de que Bolsonaro hoje é mais letal que o vírus fez com que perdessem o medo. Nesse caldo e ação estamos também nós, os artistas e trabalhadores da cultura

BRASIL PEQUENO INTINERANTE NA PROGRAMAÇÃO DA TERREIRA DA TRIBO EU APOIO!

A Tribo de Atuadores Ói Nóis Aqui Traveiz encerra nesta terça-feira, dia 28 de maio, a primeira etapa da sua programação cultural dentro da campanha TERREIRA DA TRIBO EU APOIO! Em cartaz a peça “Brasil Pequeno Itinerante” de Genifer Gerhardt. A programação com entrada franca é sempre às 20 horas, na Terreira da Tribo (rua Santos Dumont 1186).

A Terreira da Tribo que sempre ocupou prédios privados pagando onerosos alugueis se encontra num momento dramático para conseguir viabilizar a sua existência. “Terreira da Tribo – Eu Apoio” é uma campanha de apoio coletivo e permanente que a Tribo lançou na plataforma virtual da Benfeitoria como forma de manutenção do espaço da Terreira que completa 35 anos de existência na cidade de Porto Alegre. Mais informações em www.benfeitoria.com/terreiradatribo

 
Foto Fábio Zambom

Brasil Pequeno Itinerante” é um espetáculo de Teatro de Bonecos em Miniatura que fala de pessoas que vivem em diferentes regiões do país. Pessoas que Genifer Gerhardt, palhaça e bonequeira, encontrou em viagens pelo Brasil, conhecidas em olhos, ouvidos e afetos. A habitar seus bolsos, os bonecos carregam as histórias de cada estar e de cada sentir. Carregam a grandeza que habita o detalhe. Tem história que é da Bahia e tem do Rio Grande do Sul também. Vai para Tocantins, desce para o Paraná, segue o bordado em Minas Gerais. Tudo alinhado feito colcha de retalhos de avó – para lá, para cá.