Santos Amargos

Paulo Bio Toledo - (Cavalo Louco Revista de teatro, dezembro de 2009)
[...] O dom de Despertar no passado as centelhas da esperança é um privilégio exclusivo do Historiador convencido de que também os mortos não estarão em segurança se o inimigo vencer. E esse inimigo não tem cessado de vencer.
Walter Benjamin Sobre o conceito da história
Necrofilia é o amor ao futuro Heiner Müller

Fotos de Pedro Isaias Lucas 
Anjos
A famosa metáfora do anjo da história do pensador alemão Walter Benjamin – interpretação poética da pintura Angelus Novus, de Paul Klee – retrata um anjo que observa o passado amontoado de entulho e destroços da civilização, mas não pode parar, é incessamente puxado ao futuro pelos ventos do Progresso.
Heiner Müller reescreve a imagem. Seu anjo olha a frente. Observa o futuro “represado, esmagando seus olhos”, mas a pilha de destroços é mais rápida que ele e o comprimento no instante: entre o passado e o futuro.Imobilizado, esmagado. Até que: “um renovado rufar de pod…

CLÁSSICO DO FAROESTE NO CINECLUBE DA TERREIRA DA TRIBO

A Tribo de Atuadores Ói Nóis Aqui Traveiz continua com a sua programação cultural dentro da campanha TERREIRA DA TRIBO EU APOIO! até 28 de maio. Todas as segundas-feiras acontece o Cineclube da Terreira com a exibição de filmes seguidos de debates, e nas terças-feiras shows musicais vão alternar com encenações de teatro e performance. Nesta segunda-feira, dia 6 de maio, o Cineclube da Terreira da Tribo exibe o filme “Paixão dos Fortes” de John Ford e debate com o cineasta e professor Milton do Prado, dentro da mostra Cinema e seus Criadores. A programação com entrada franca é sempre às 20 horas, na Terreira da Tribo (rua Santos Dumont 1186). A Terreira da Tribo que sempre ocupou prédios privados pagando onerosos alugueis se encontra num momento dramático para conseguir viabilizar a sua existência. “Terreira da Tribo – Eu Apoio” é uma campanha de apoio coletivo e permanente que a Tribo acaba de lançar na plataforma virtual da Benfeitoria como forma de manutenção do espaço da Terreira que completa 35 anos de existência na cidade de Porto Alegre. Mais informações em www.benfeitoria.com/terreiradatribo .



Paixão dos Fortes” é um clássico do faroeste norte-americano dirigido pelo genial John Ford em produção preto-e-branco de 1946. Wyatt Earp (Henry Fonda) é um pacífico e respeitado criador de gado, negócio que comanda junto com os irmãos Morgan (Ward Bond), Virgil (Tim Holt) e James (Don Garner). Quando James é assassinado e sua criação roubada, Earp aceita tornar-se xerife de Tombstone para instaurar a paz na cidade, encontrar os criminosos que procura e vingar a morte do irmão. A conversa depois do filme será com o professor e cineasta Milton do Prado que atualmente coordena o Curso de Cinema e Realização Audiovisual da Unisinos. É mestre em Estudos Cinematográficos pela Concórdia University (Montreal) e é um dos editores da revista “Teorema -Crítica de Cinema”.