Artistas na Rua Fora Bolsonaro - Porque derrubá-lo é Urgente!

 Culuna de Tânia Farias em Brasil de Fato . Ato Fora Bolsonaro em Porto Alegre: "Há muitas ações sendo gestadas, não sairemos das ruas enquanto não derrubarmos o genocida do poder" - Foto: Mari Martinez A clareza de que Bolsonaro hoje é mais letal que o vírus fez com que perdessem o medo "É preciso estancar essa sangria!!! Um homem sem juízo e sem noção não pode governar essa nação!" Essas são algumas das frases da canção de Zeca Baleiro, entoada pelo movimento Artistas pelo Impeachment, que reúne artistas de todo o país. O clipe “Desgoverno” tem claramente incomodado os ainda apoiadores do governo genocida e corrupto de Bolsonaro, Mourão e os militares. A população, atingida pelo descaso e pela fome, tem saído as ruas. A clareza de que Bolsonaro hoje é mais letal que o vírus fez com que perdessem o medo. Nesse caldo e ação estamos também nós, os artistas e trabalhadores da cultura

NESTA QUINTA NA TERREIRA DA TRIBO SARAU “ARTE & POLÍTICA: MEMÓRIA E VERDADE”NESTA QUINTA NA TERREIRA DA TRIBO SARAU “ARTE & POLÍTICA: MEMÓRIA E VERDADE”

Nesta quinta-feira, dia 26 de setembro, a partir das 20 horas, com entrada franca, teremos o Sarau Arte & Política: memória e verdade, na Terreira da Tribo (Rua Santos Dumont, 1186). O Sarau será aberto com o filme "Índios, memória de uma CPI", de Hermano Penna. Após haverá o debate sobre Justiça, Memória e Verdade com Carlos Frederico Guazzelli, Defensor Público aposentado, Coordenador da Comissão Estadual da Verdade/RS (2012-2014); Raquel Kubeo, professora e atriz, e Rodrigo de Medeiros Silva, da Rede Nacional de Advogadas e Advogados Populares/RENAP. A noite também contará com performance da atuadora Rochelle Silveira e se encerrará com apresentação musical de “Korimbah” com Carine Brazil, Bento Fagundes e Emanuel Barros. O evento faz parte da Campanha "Terreira da Tribo EU APOIO" e é uma realização da Terreira da Tribo, RENAP e Fórum Justiça.  

 

        O filme “Índios, memória de uma CPI” é um média metragem de 32 minutos de duração que utiliza o material cinematográfico que documentou a histórica Comissão Parlamentar de Inquérito, realizada pela Câmara dos Deputados em 1968 e que investigou a situação dos povos indígenas. A CPI do Índio, como na ocasião ficou conhecida essa iniciativa da Câmara Federal, foi a primeira Comissão de Inquérito (CPI) que saiu do prédio do Congresso para fazer suas investigações in loco. Inicialmente foram pensadas cinco viagens para regiões onde mais se agudizavam os conflitos entre índios e os colonizadores.

“Terreira da Tribo – Eu Apoio” é uma campanha de apoio coletivo e permanente que a Tribo lançou na plataforma virtual da Benfeitoria como forma de manutenção do espaço da Terreira que completa 35 anos de existência na cidade de Porto Alegre. Mais informações em www.benfeitoria.com/terreiradatribo.