A Casa de Fausto sob o Signo do Cruzeiro do Sul [Parte 3/Final]

Anátema e sagração da primaveraO grupo brasileiro Ói Nóis Aqui Traveiz encena o Fausto de Goethe em Porto AlegrePor Friedrich Dieckmann para a revista alemã Theater Der Zeit
 O princípio do palco simultâneo, que define toda a encenação, repete-se nas cenas de Margarida nas dimensões de um espaço com forma de sala, e o espectador pode escolher os pontos, a partir dos quais ele quer assistir aos acontecimentos; ele pode também mudar de lugar. Nos dois lados estreitos tornam-se presentes duas instâncias polares: num lado, o grupo de imobilidade estatuária, no qual aparecem, ao lado de um sacerdote, um cavaleiro e uma mulher (trata-se de Valentim e da mãe de Margarida), à semelhança de estátuas; no outro lado, a área do jardim com o lago, as pedras e as plantas, que aparece atrás de véus. O lado da igreja estende-se por todo o espaço na forma de figuras de santos (aquelas figuras carregadas da rua para dentro do recinto); a roda de fiar se encontra aqui, em cuja caixa Mefisto deposita o …

TEM MÚSICA NA TABA!Shows musicais voltam com tudo dias 23 e 24 de setembro na Terreira da Tribo!


ENTRADA FRANCA

Nos dias 23 e 24 de setembro a música ocupa a Terreira da Tribo com bandas e músicos da nossa cidade, sempre às 20h e com Entrada Franca (rua Santos Dumont, 1186). "Tem Música na Taba!" faz parte da programação cultural da campanha “Terreira da Tribo – Eu Apoio!”. A Terreira da Tribo que sempre ocupou prédios privados pagando onerosos alugueis se encontra num momento dramático para conseguir viabilizar a sua existência. 



Na segunda-feira dia 23 a música de antigamente tem o ânimo renovado com a proposta do grupo "Volto Pra Te Ver". A banda surge no cenário porto alegrense cantando clássicos do Samba e da MPB, num encontro musical que traz ao público uma sonoridade apurada somada à alegria de jovens amantes da música popular brasileira. O grupo é formado por Mauro Moura (Voz e Cavaco), Alexandre dos Santos (Violão), José Neto (Sopros), Maicon Ouriques e Igor Peres (Percussão). 

Já na terça-feira dia 24 chega ao palco da Terreira da Tribo o músico Andrei da Silva, com seu projeto "DaSilva" com música autoral de resgate à ancestralidade da maior família brasileira: os "DaSilva". No repertório, o artista apresenta músicas autorais que expressam seu olhar sobre o cotidiano da nossa cidade, e do povo alegre e lutador. 


Colaborando também com nossa campanha o poeta, cantor e compositor paraense Rafael Sarmento também compartilha seu trabalho autoral que transita entre a poesia falada e o cancioneiro popular, com pitadas de cada ritmo que já ouviu na vastidão do país. Para fechar a noite de terçao atuador e músico Roberto Corbo apresenta suas canções para peças teatrais e alguns exercícios cênicos das oficinas de teatro da Terreira da Tribo.  O show “Entre o Acorde e o Palco”, violão e voz, ainda em processo de criação, é um apanhando de mais de 20 anos de pesquisa. Junto a Roberto no palco neste primeiro show teremos a participação de Daimar Oliveira músico e baixista da banda “Moveis de escritório”. 


Acesse mais informações sobre a campanha de apoio permanente em www.benfeitoria.com/terreiradatribo.