DUAS CARTAS PARA MEYERHOLD

  Carta de Henrique Saidel   Fotos de Eugênio Barboza, Lucas Gheller e Pedro Isaias Lucas Porto Alegre, inverno de 2020 Querido Meyerhold, Escrevo esta carta como quem escreve algo de muito importante, como quem escreve algo que lhe causa um tanto de medo e hesitação, como alguém que deseja escrever coisas bonitas, coisas inesquecíveis, inteligentes, coisas revolucionárias, coisas que estejam à altura da tua arte, do teu teatro, da tua vida. Escrevo esta carta depois de ter escrito “Querido Meyerhold”, ali no topo da página, há vários dias e depois de ter ficado vários dias sem escrever mais nada, apenas olhando a página em branco e pensando em todas as coisas bonitas, inesquecíveis, inteligentes e revolucionárias que eu poderia dizer para você e a teu respeito. Escrevo esta carta mais de um ano depois de ter visto (duas vezes) a peça que o Ói Nóis Aqui Traveiz fez com você no título e como personagem, e mais de dezenove ou vinte anos depois de te ler pela primeira v

TEM MÚSICA NA TABA! COM ENTRADA FRANCA

Nos dias 14 e 15 de outubro, às 20 horas, com entrada franca, TEM MÚSICA NA TABA! na Terreira da Tribo (rua Santos Dumont, 1186). Na segunda-feira, dia 14 de outubro,  Mariana Stedele, cantora e atuadora da Tribo de Atuadores Ói Nóis Aqui Traveiz, convida os amigos Tiago Bra, Ana Clara e Charlotte para cantarem e compartilharem suas composições numa celebração com o público. A terça-feira, dia 15 de outubro, reunirá os grupos musicais Guará e Expresso Livre. As apresentações fazem parte da campanha TERREIRA DA TRIBO EU APOIO!
A Guará é uma alcatéia antropomórfica e musical reunida desde 2017, quando músicos estudantes do curso de Música Popular da UFRGS se encontram e começam a compor juntos. Com uma proposta de antropofagia musical traz um eco tropicalista, misturando ritmos brasileiros com funk americano e rock progressivo/psicodélico. Integrada por Carlo Gianlupi (Bateria), Duda Raupp (Guitarra, teclado e voz), Gabriel Campão (Guitarra e voz), Rodrigo Hirsch (Voz) e Wolf Peters (Baixo e voz).  A banda autoral Expresso Livre já conta com mais de cinco anos de estrada. Os integrantes buscam fazer da música e das artes em geral uma ferramenta de libertação pessoal e coletiva, criando letras e melodias que conversem com as demandas do nosso tempo e espaço. Nesta trajetória já produziu um album lançado em 2016 no Teatro Renascença, e um clipe em 2017 pela produtora Oculto, além de diversos singles e produções informais. Fazem parte da Expresso Livre – Augusto Constantino (Baixo e voz), Yuri Ebenriter (Percussão e voz), Augusto Furtado de Souza (Cavaquinho, bandolim e voz), Gabriel Torelly (Percussão e flauta transversa), Jéssica Nucci (Voz e tambor), Laura Lazzarotto (Voz e tambor) e Vicente Guindani (Violão e voz).








Mariana Stedele compositora que pesquisa a cultura popular e folclórica brasileira, a qual lhe inspira nas criações em busca da musica de raiz. Tiago Bra é violonista, cantor e compositor, e recentemente lançou seu primeiro disco  intitulado “A Pegada de um Sumé”. O disco traz uma linguagem pluralista do Brasil em algumas de suas diversas manifestações como o Baião e o Ijexá. É uma homenagem a mística brasileira  dos Orixás, a natureza abundante e a poesia cabocla. Ana Clara canta a sua maneira de ver o mundo, sentimentos e percepções cotidianas abordados  na simplicidade da voz, violão e pedal de loop. O som envolve composições próprias e releituras de músicas de compositoras brasileiras. Charlotte é cantora e violonista, junto com os percussionistas Paulinho Bettanzos e Marcelo Eguez aprimorou um amplo repertório de Música Popular Brasileira e de samba “alterado”, que traz tonalidades cariocas mas fica sempre por fora da roda, numa grande mistura de ritmos e arranjos não convencionais.

“Terreira da Tribo – Eu Apoio” é uma campanha de apoio coletivo e permanente que a Tribo lançou na plataforma virtual da Benfeitoria como forma de manutenção do espaço da Terreira que completa   35 anos de existência na cidade de Porto Alegre. Mais informações em www.benfeitoria.com/terreiradatribo .