CAMINHO PARA UM TEATRO POPULAR

Domingo, dia 8 de março, a Tribo de Atuadores Ói Nóis Aqui Traveiz inicia o Projeto Caminho Para Um Teatro Popular, com a encenação do espetáculo de Teatro de Rua “Caliban – A Tempestade de Augusto Boal” no bairro da Restinga. A apresentação será às 17 horas na Praça em frente ao Condomínio Belise (próximo da rua Dr. João Dentice). O Projeto foi contemplado com o Prêmio Culturas Populares 2019 – Edição Teixeirinha, do Ministério da Cidadania do Governo Federal.




O Projeto Caminho Para Um Teatro Popular, criado pela Tribo de Atuadores Ói Nóis Aqui Traveiz em 1988, é um circuito regular de apresentações em praças, bairros e vilas populares de Porto Alegre. Esta ação tem como principal objetivo democratizar o espaço da arte, oportunizando vivências e reflexões para um público sem acesso aos meios culturais hegemônicos.O projeto, nesta etapa, prevê a circulação da Tribo de Atuadores Ói Nóis Aqui Traveiz com seu mais novo espetáculo de teatro de rua Caliban - A Tempestade de Augusto Boal em …

"Eu, Pessoa e os Outros Eus" Teatro com Entrada Franca Na Terreira da Tribo

               "Eu, Pessoa e os Outros Eus" monólogo sobre a vida e obra do poeta português Fernando Pessoa, com o ator Jairo Klein, será encenado nos dias 18 e 19 de novembro, às 20 horas, com entrada franca, na Terreira da Tribo(rua Santos Dumont, 1186). As apresentações fazem parte da campanha TERREIRA DA TRIBO EU APOIO!



                 "Eu, Pessoa e os Outros Eus" é um espetáculo que dá vida e voz à obra literária de Fernando Pessoa, poeta português, e aos seus heterônimos mais conhecidos: Alberto Caeiro (Seu mestre e poeta da natureza; Ricardo Reis (das Odes, clássico, pagão, existencialista radical) e  Álvaro de Campos  (o poeta das sensações). O ator Jairo Klein traz uma dramaturgia visceral na interpretação desse personagem, o qual surgiu após uma pesquisa e performance ao longo de mais de vinte anos. No espetáculo solo vê-se a passagem nítida e múltipla por cada um dos heterônimos mais conhecidos de Fernando Pessoa num jogo dinâmico e vibrante de um personagem vivo com texto fluente e atrativo, revelando o universo real e metafísico do autor.
                  O espaço cênico intimista é dividido em três planos: Da realidade; da Ilusão e da memória, transportando o público para uma dimensão visceral e questionadora, traduzindo o seu conteúdo próprio e as variações de seus outros “eus”. Pesquisa, Roteiro, Direção e atuação de JAIRO KLEIN, com  Produção e operação técnica  de SANDRO LOPES.

              “Terreira da Tribo – Eu Apoio!” é uma campanha de apoio coletivo e permanente que a Tribo lançou na plataforma virtual da Benfeitoria como forma de manutenção do espaço da Terreira que completou 35 anos de existência na cidade de Porto Alegre. Mais informações em www.benfeitoria.com/terreiradatribo  .