Faca e gesto consequentes

  Antônio Hohlfeldt (Diário do Sul, 22 de dezembro de 1986) Fotos de Isabella Lacerda      Beckett é conhecido por seu niilismo e sua descrença em qualquer valor que ultrapasse a humanidade. Mais do que isso, o grande escritor irlandês desacredita na própria criatura humana, que visualiza como um ser sem caminho e sem lógica, sobrevivendo sem qualquer objetivo na vida, ou, quando os tem, sendo enganado por um falso objetivo (como em “Esperando Godot”, já que o tal Godot, em última análise, jamais virá porque jamais pensou em vir).       No caso de “Fim de Partida”, pode-se dividir a situação dramática em duas abordagens. A mais imediata é exatamente aquela que, em nível de realidade, pode ser desprendida das alusões, nem tão escassas assim, que pontuam todo o texto, talvez um dos primeiros trabalhos literários a abordarem a traumatizante experiência da bomba nuclear dos Estados Unidos em 1945. Pode-se pressupor que há muito aqueles quatro sobrevivem em uma construção quase subterrâ

SELECIONADOS PARA OFICINA DE TEATRO RITUAL DA ESCOLA DE TEATRO POPULAR DA TERREIRA DA TRIBO

  1. Anselmo F. Pierdoná
  2. Camila Canani Nunes
  3. Clenir dos Santos
  4. Eliana Guedes Mussnich
  5. Janaína A. Baladão de Aguiar
  6. Juliana Luise Costa
  7. Laura Schuck de Oliveira
  8. Louise Pierosan
  9. Manuelle Teixeira
  10. Marcio Menezes
  11. Millena Moreira
  12. Paloma Sanchez
  13. Raissa Tatiane S. Pereira
  14. Raphael Costa Santos
  15. Raul Ribeiro Bezerra
  16. Thais Machado

As aulas tem início dia 13 de janeiro/2020 às 9 horas. Trazer roupa confortável e garrafa de água.
Pedimos que os oficinandos leiam a tragédia grega “Antígona” de Sofócles.