TERREIRA DA TRIBO 37 ANOS DE (R)EXISTÊNCIA

Artigo publicado no Correio do Povo em 11 de setembro de 2021. Fotos de Pedro Isaias Lucas.     No dia 14 de julho de 1984 a Terreira da Tribo de Atuadores Ói Nóis Aqui Traveiz abria as suas portas para o público. Com um show de rock-punk que reuniu as bandas Replicantes e Urubu Rei, entre outras. Logo em seguida o Ói Nóis Aqui Traveiz encenou na nova casa “A Visita do Presidenciável ou Os Morcegos estão Comendo os Abacates Maduros”, uma parábola sobre o momento político que o Brasil vivia, com a saída dos militares de cena e a entrada de um governo civil. E anunciava para toda cidade “...todas as pessoas gostam de cantar, dançar, representar, pintar, fotografar. Qualquer pessoa é capaz de criar e a Terreira da Tribo está aí para isso”. E nesses 37 anos de atividades a Terreira da Tribo abrigou as mais diversas manifestações culturais como espetáculos de teatro, shows musicais, ciclos de filmes e vídeos, seminários, debates, performances e celebrações. Hoje a Terreira é reco

Celebração de 37 anos da Terreira da Tribo!

 



Em plena pandemia e crise mundial, um dos períodos mais difíceis para a cultura em todo o mundo, mas em especial no Brasil, o Ói Nóis Aqui Traveiz convida a todos para celebrar juntos os 37 anos de existência e resistência da Terreira da Tribo. Espaço sede do grupo, um dos principais centros de pesquisa cênica do país e Escola de Teatro Popular. Contaremos com uma programação virtual disponível no canal www.youtube/c/oinoisaquitraveiz com os principais trabalhos em formato audiovisual realizado nos últimos tempos pelo grupo, com exibição única.

Programação:

 


 

Dia 14 de julho às 20 horas – QUASE CORPOS – EPISÓDIO 1: A ÚLTIMA GRAVAÇÃO

Versão livre da peça Krapp’s Last Tape, de Samuel Beckett, a encenação mostra o confronto de um homem de 69 anos com o seu passado. O velho homem escuta no gravador a fita-registro de 30 anos atrás. Escuta sua própria voz narrar extintas aspirações, lembranças de amores perdidos, a morte da mãe, a esperança não confirmada de êxito comercial literário. Depois gravará uma nova fita, como faz todos os anos, no dia do seu aniversário. Um homem amargurado, a remoer-se em plena solidão, parece nada ter de relevante a evocar ou perpetuar.

 

 

Dia 15 de julho às 20 horas – SARAU DA CAVALO LOUCO

O Sarau trás leituras de poemas contidos nas diferentes edições da revista, entrecruzadas por músicas e uma conversa do conselho editorial sobre a concepção da revista com os seus principais tópicos, seu histórico e o significado desta publicação para o grupo. A Cavalo Louco Revista de Teatro com edições anuais, surgiu em 2006, como a realização de um antigo deseja da Tribo de Atuadores Ói Nóis Aqui Traveiz. A Revista traz reflexões sobre o fazer teatral contemporâneo e os espaços de criação.

 

 

Dia 16 de julho às 20 horas – DESMONTAGEM MEIERHOLD

‘Desmontagem Meierhold’ é uma produção audiovisual sobre o espetáculo “Meierhold”, que homenageia o ator, diretor e teórico russo Vsevolod Meierhold. Na Desmontagem o público navega entre depoimentos, cenas e reflexões que contribuíram para a construção da encenação e instiga a refletir sobre o momento e lugar em vivemos. “Meierhold” é um relato póstumo da personagem intercalando lembranças fragmentadas sobre marcos de sua vida e trajetória artística. A encenação explora diferentes linguagens e recursos, como poesias surrealistas e cenografia construtivista.

A Tribo de Atuadores Ói Nóis Aqui Traveiz convoca o público em geral para a colaboração da manutenção da Terreira da Tribo. Em 2019 lançou a campanha “Terreira da Tribo – Eu apoio!” como uma forma de pedir socorro a todos que possam ajudar de alguma forma. É uma batalha diárias para o grupo manter o espaço da Terreira da Tribo, ainda mais em tempos sombrios e da maior crise sanitária da história. É neste contexto em que, apesar de tudo, celebramos o aniversário de 37 anos da Terreira da Tribo. Queremos chamar a atenção para a real necessidade de apoio popular. A Tribo conta com diversas formas de receber apoio. A principal delas é a campanha recorrente na plataforma Benfeitoria, onde cada um pode colaborar mensalmente com o valor que lhe for possível. Em www.benfeitoria.com/terreiradatribo . Outra forma são as doações pontuais por transferência bancária, ou por via PIX nos dados abaixo:

ASSOCIAÇÃO DOS AMIGOS DA TERREIRA DA TRIBO DE ATUADORES ÓI NÓIS AQUI TRAVEIZ - CNPJ 95.123.576/0001-52

Dados Bancários:

Caixa Econômica Federal – Agência 0448 – Operação 003 – Conta Corrente 01315-4

Chave PIX : 95123576000152

SALVE A TERREIRA!