ÓI NÓIS AQUI TRAVEIZ 44 ANOS [PARTE 2]

    Com um mês de atividades o Teatro Ói Nóis Aqui Traveiz foi interditado pela Secretaria de Segurança. Aí começou uma longa campanha pela reabertura do teatro. O fechamento agravou a situação econômica do grupo e a saída de alguns dos seus integrantes. Para vencer a crise o grupo buscou outros espaços para encenar o seu espetáculo. Também é o momento em que o grupo começou a compartilhar as suas experiências através de uma oficina de teatro. E é principalmente com os jovens desta oficina que criou a montagem de “A Bicicleta do Condenado”, do espanhol Fernando Arrabal: um preTexto para a reVolta do Ói Nóis Aqui Traveiz. Durante o processo de criação integrantes do grupo foram presos em manifestações contra a ditadura. Essa experiência de repressão e violência foi canalizada para a cena. A reabertura do Teatro trouxe para a encenação uma história de opressão e horror, onde duas pessoas tentam sobreviver em um lugar comandado por uma ordem militar. Se no primeiro espetáculo o público fi

FLOR NOTURNA

🗝🔮  FLOR NOTURNA 🌷🌙

Nas noites de sexta e sábado, dias 27 e 28 de agosto, acontecerá a mais nova edição da 'A Transmissão da Flor'.
Nesta gira online as ações estão concentradas nas pesquisas em dramaturgias da formação de artistas da cena e nas poéticas e pedagogias de Tânia Farias.

 

27.08 • 20h às 22h

🐞 A FLOR NO TEMPO: partilhas sobre a história do projeto 'A Transmissão da Flor', a criação do ASA - Ateliê Sul de Atuação e o sacerdócio ao Teatro.
    Com Mariana Rotili, Tânia Farias e Vinícius Huggy

28.08 • 20h às 22h

🐝 POLINIZAÇÕES: Lançamento oficial do documentário 'A Transmissão da Flor: Pedagogias da Presença', vestígio audiovisual do encontro que reuniu pela primeira vez Tânia Farias, atriz do Ói Nóis Aqui Traveiz (RS) e Carlos Simioni, ator do Lume Teatro (SP) para somarem suas experiências e conduzirem juntos um trabalho de pesquisa e criação cênica com um grupo de 30 artistas do corpo de diferentes lugares do Brasil + disponibilização do documentário 'Desmontagem Evocando os Mortos - Poéticas da Experiência' no canal do youtube do projeto.




Conversa coletiva sobre os temas da flor da atuação e dramaturgias de formação. Contaremos com a presença de participantes das outras edições em espaço de compartilhamento de memórias, experiências e vislumbres.

ONDE: Canal do youtube da @atransmissaodaflor. O link será disponibilizado em breve.🕸

🚩Esta ação é parte do projeto A Transmissão da Flor: uma pesquisa em dramaturgias da formação contínua do espaço-tempo de um sacerdócio ao Teatro, realizada por meio do Prêmio Elisabete Anderle de 2019, da Fundação Cultural Catarinense - FCC