Postagens

Ói Nóis celebra 40 anos de teatro e política

De volta ao FIT Rio Preto após um hiato de 10 anos, Tribo dos Atuadores Ói Nóis Aqui Traveiz recorre a Augusto Boal para refletir sobre a onda conservadora que assola a América Latina na atualidade  Veja a matéria no Diário da Região




Um dos grandes destaques da programação da 18ª edição do Festival Internacional de Rio Preto, a Tribo dos Atuadores Ói Nóis Aqui Traveiz, de Porto Alegre (RS), volta à cidade no ano em que completa quatro décadas de história. Uma história que teve início quatro anos depois que o dramaturgo Augusto Boal (1931-2009) escreveu a peça A Tempestade (1974), que, agora, se tornou um grande espetáculo de rua nas mãos dos atuadores gaúchos. Intitulado Caliban - A Tempestade de Augusto Boal, o espetáculo que chega ao FIT 2018 para duas apresentações revela a grandiosidade de um grupo que tem a coletividade, a pesquisa e a resistência política como marcas registradas. Uma resposta ao clássico de Willian Shakespeare, a história escrita por Boal é vista pe…

Exercício Crítico sobre Caliban - A Tempestade de Augusto Boal, por Paloma Franca Amorim

Feira Brasileira de Opinião – Contragolpe reúne artistas para pensar situação do Brasil

ÓI NÓIS AQUI TRAVEIZ EM SÃO PAULO

CALIBAN NA REDENÇÃO

CALIBAN - A Tempestade de Augusto Boal No Festival Internacional de Teatro de São José do Rio Preto

Com a palavra, Paulo Flores

VEM AÍ, MEIERHOLD

Nova montagem da Tribo de Atuadores Ói Nóis Aqui Traveiz!

Ói Nóis Aqui Traveiz viaja a Cuba!

Hoje tem "Caliban - A Tempestade de Augusto Boal" em Porto Alegre!

Flores, Pavlovsky e Meyerhold!